Nigéria 0 x 3 Espanha – Fúria é pressionada, mas se classifica em primeiro lugar do Grupo B

Com menos de 60% de posse de bola, a Espanha foi bem marcada pela Nigéria que, no entanto, não conseguiu marcar o gol. Torres deixa o seu e se isola na artilharia

Por: Esther Morel

Pela última rodada do Grupo B da Copa das Confederações, Espanha e Nigéria se enfrentaram na Arena Castelão, em Fortaleza, e o resultado não foi diferente do esperado: a Fúria se classificou em primeiro lugar da chave ao vencer por 3 a 0. Assim, os espanhóis encontrarão a Itália na semifinal, reeditando a final da Eurocopa de 2012.

Mas se engana quem acha que o jogo foi fácil para a seleção comandada por Del Bosque. Apesar do amplo placar, o adversário deu trabalho na marcação e desperdiçou muitas chances de gol ao longo dos 90 minutos. Além disso, o goleiro Enyeama estava em dia inspirado e fez grandes defesas, impedindo uma vantagem maior.

No terceiro minuto de jogo, após vários toques rápidos na bola, como é comum no estilo de jogo da Espanha, Jordi Alba saiu em velocidade pela esquerda, driblou três marcadores e finalizou com categoria.

Ao invés de esfriar a pressão dos Eagles, o primeiro gol só aumentou a busca pela posse de bola, tanto que a equipe europeia saiu de Fortaleza com posse de bola de 59%, algo que raramente acontece. Não faltaram chances para a Nigéria empatar, mas a falta de qualidade na criação e nos lançamentos impediram o gol de honra.

Para dar a oportunidade de entrar em campo aos três goleiros – Casillas enfrentou o Uruguai e Reina entrou contra o Taiti – o treinador espanhol deu a vaga titular para Valdés que, mesmo não sendo absoluto na meta, não decepcionou e teve que trabalhar bastante, principalmente em jogadas de contra-ataque.

Preocupado com a possibilidade de sofrer um gol, Del Bosque colocou David Silva no jogo. Pouco tempo depois, Fernando Torres entrou e não demorou muito para fazer o seu. Pedro conseguiu um belo cruzamento e o camisa 9 se jogou no chão e marcou um gol de cabeça, se isolando na artilharia da competição, com cinco – quatro marcados no Taiti.

Mesmo assim, a Nigéria não se cansou de errar finalizações e perdeu mais alguns gols incríveis, antes que Jordi Alba pudesse fechar o placar. Aos 43 minutos, a bola chegou para o lateral-esquerdo, sozinho, ainda no meio de campo e partiu rápido para a área. Enyeama saiu mal e acabou driblado por Alba, que balançou as redes com facilidade.

Sem surpresas entre as seleções classificadas, a Copa das Confederações terá as seguintes semifinais: o Brasil enfrenta o Uruguai na quarta-feira, às 16h, no Mineirão, em Belo Horizonte, e no dia seguinte a Fúria encara a Itália, também às 16h, no Castelão, em Fortaleza.

Advertisements
This entry was posted in Copa das Confederações 2013 and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s